RPGs de Zumbis parte 2

Continuando com nossa análise dos RPGs de zumbi, vamos direto ao próximo:

3- DEAD REIGN


Publicado pela Plladium Books em 2008, originalmente ele era um cenário alternativo para outro RPG chamado Beyond the Supernatural, usando o sistema da empresa chamado Megaversal. O cenário é o típico com a sociedade colapsando após o início da infecção e a causa de tudo permanecendo desconhecida. Os zumbis são duas vezes mais fortes que os humanos, além de possuirem uma excelente audição e enxergam a energia vital das pessoas! Eles são muito resistentes, só são realmente destruídos se você explodir a cabeça e quando avistam um humano, soltam um gemido que atrai todos os mortos vivos num raio de 300 m.

O livro traz 7 tipos diferentes de zumbis: Sloucher (zumbi normal), Crawler (rastejantes que saem de tudo quanto buraco), Fast (correm rápido e fazem muito barulho), Flesh Eating (são mais inteligentes e usam táticas de caçada), Thinker (são inteligentes, armam emboscadas, detectam armadilhas, seguem rastros, etc), Mock (retém as memórias, falam e não acreditam que são zumbis) e Pattern (seguem padrões do que faziam em vida, geralmente do seu emprego).


Como se não bastassem os zumbis, ainda existem 2 grupos de humanos que causam problemas para os PJs: os Retro Savages que acreditam que o apocalipse zumbi foi uma punição de deus e os Death Cultists que cultuam os zumbis e conseguem de forma limitada controla-los. Os personagens são pessoas normais, sem poderes mágicos, existem 7 classes de PJs como soldados e especialistas em encontrar comida, e até o Half Living que encontra-se entre a vida e a morte após uma mordida de zumbi (quer um desse no seu grupo?).

O jogo é muito interessante, no momento está esgotado, mas você encontra em lojas especializadas e sebos nos EUA. O preço fica em torno de U$ 25,00 que é bem barato para um livro de RPG de 220 páginas.

4- TERRA DEVASTADA


Terra devastada é mais um jogo nacional criado por John Bogéa e editado pela Retropunk que segue o modelo do Abismo Infinito. A ficha tem apenas 2 estat;isticas numéricas chamadas de Horror e Convicção. O resto são características que o jogador escolhe como "muito bom com armas", "sei fazer primeiro socorros"e etc. quando você fizer um teste e uma destas características estiver envolvida você ganha 1d6 para jogar. O PJ não possui nem mesmo HPs, geralmente uma mordida e já era. O livro tem 128 páginas e a versão impressa está esgotada, mas ainda é possível comprar o PDF no site da Retropunk por R$ 9,90.

É um RPG extremamente simples e acessível, segue novas vertentes do RPG indie com regras simples, mínimas estatísticas e foco na desvrição do personagem, mas justamente por se tratar de algo que foge totalmente do tradicional, pode desagradar jogadores veteranos e hardcore gamers.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sistemas de RPG parte 1: Dados

Sistemas de RPG parte 3 - Evolução dos personagens