Qin: The Warring States RPG review parte 1


Qin é um RPG muito legal que cobre um tema pouco abordado que é o dos filmes de king fu estilo O Tigre e o Dragão, Wu Xia, The Legend, O Clã das Adagas Voadoras, etc. Que eu conheço existem neste estilo apenas um suplemento de D&D de artes marciais e o  Feng Shui cuja imagem você pode ver abaixo:


Até mesmo no Legend of the Five Rings o tema é negligenciado de forma que existe apenas um suplemento para monges chamado Way of the Open Hand, que aborda um pouco o tema.


O cenário de Qin é um período histórico turbulento da china, mas nada que chame muito a atenção. Nada que se compare à complexidade do cenário do L5R. O que chama a atenção no Qin é o sistema de regras. Devo falar mais do cenário futuramente.

O LIVRO

Qin é editado pela Cublicle 7 sendo a versão original em francês, recentemente lançado em inglês também. A versão que eu tenho é o PDF e é este que estou revisando. Ele tem o interior branco e preto com poucas ilustrações, mas muito legais e inspiradoras, com 272 páginas.

O livro é muito fácil de ler, e as regras são muito bem explicadas. A versão impressa é em capa dura e o preço é meio salgado (U$ 44,00 na Amazon). Existem alguns suplementos, todos eles pequenos e mais baratos como o escudo do mestre com um quickstart rules, um bestiário, uma aventura em PDF e o Qin Legends que trata de personagens de alto nível. Para março de 2013 está anunciado um suplemento voltado para guerras chamado Art of War em referência ao famoso livro do general Sun Tsu.

PERSONAGENS

O livro vem com uma lista de personagens que podem ser criados, mas longe de serem classes de PJs, trata-se apenas de sugestões de skills, Taos, técnicas, magias, etc. A lista é bem variada cobrindo todos os planos da sociedade. Alguns exemplos: wu xia, soldado, guarda costas, mercenário, estudioso, médico, cortesão, oficial, mercante, professor, shifu, taoista, fangshi, curandeiro, mensageiro, vagabundo artista viajante, fora da lei, assassino e espião.

A ficha do personagem é baseada em pontos. Você ganha um conjunto de pontos para comprar os atributos, outro para skills e outros que deve ser gasto entre magias, Taos e técnicas de combate. Você também tem que escolher uma vantagem e uma desvantagem.

Em geral a vantagem deixa você rejogar um tipo de teste uma vez por sessão e a desvantagem já é mais variada. Uma das coisas legais deste sistema é que os atributos são baseados nos 5 elementos da cultura chinesa: metal, terra, fogo, água e madeira. Quanto mais equilibrado forem os níveis dos elementos, maior será seu nível de chi e seus pontos de vida. Só para você ter uma idéia existem 8 níveis de balance nos atributos que você descobre fazendo a diferença entre a soma dos atributos físicos com a soma dos atributos mentais. Um equilíbrio prefeito corresponde à 25 pontos de vida e a pior hipótese à 11 pontos de vida.

Espero que você tenha ficado curioso com este jogo. Na próxima parte vou explorar o sistema de regras chamado de sistema Yin Yang, os usos do chi, etc. Continua...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Shadowrun 5ª edição em português

Sistemas de RPG parte 1: Dados

Sistemas de RPG parte 3 - Evolução dos personagens